Em 14 de maio de 1948, um comunicado feito ao presidente Harry Truman, anunciando o estabelecimento de um Estado judeu, invocou o “profundo laço de simpatia” entre os Estados Unidos e o povo judeu.

Os Estados Unidos reconheceram Israel como Estado independente no mesmo dia, tornando-se a primeira nação a fazê-lo.

Nos 70 anos que se seguiram, Israel continuou sendo o parceiro mais confiável dos Estados Unidos no Oriente Médio, estreitamente ligado por laços históricos e culturais, bem como por interesses mútuos.

Seis presidentes dos EUA viajaram a Israel, e Trump foi o mais recente. Em sua viagem em maio de 2017, ele se reuniu com o presidente Reuven Rivlin e o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, e visitou o Muro das Lamentações e o Yad Vashem, o Museu do Holocausto em Jerusalém.

A seguir, algumas imagens registradas na ocasião da abertura da Embaixada dos EUA em Jerusalém, que assinalam momentos importantes nas relações entre EUA e Israel.

Harry Truman

Homem conversa com o presidente Truman enquanto aponta para uma arca (Depto. de Estado)
(Depto. de Estado)

Após o reconhecimento de Israel por parte do presidente Truman, o presidente Chaim Weizmann deu a Truman uma Torá. Aqui, em 1949, o embaixador israelense Eliahu Elath presenteia Truman com uma arca — semelhante às usadas em sinagogas em todo o mundo — para servir de base à Torá.

Lyndon Johnson

Duas mulheres de pé ladeadas por três homens (Depto. de Estado)
(Depto. de Estado)

Ao dar as boas-vindas a Levi Eshkol em razão da primeira visita oficial aos EUA de um primeiro-ministro israelense, o presidente Lyndon Johnson chamou a jovem nação de “uma terra vital e próspera, um símbolo da coragem e da força de seu povo”. Aqui, (a partir da esquerda), o secretário de Estado Dean Rusk, Miriam Eshkol, Lady Bird Johnson, Eshkol e Johnson posam na pista da Base Aérea de Randolph, no Texas, antes de visitarem a fazenda dos Johnsons.

Richard Nixon

Presidente Nixon passando por tropas uniformizadas (Depto. de Estado)
(Depto. de Estado)

Richard Nixon foi o primeiro presidente dos EUA a visitar Israel. Aqui, Nixon passa em revista uma guarda de honra em sua chegada ao Aeroporto Ben Gurion em junho de 1974. O 37º presidente desenvolveu uma amizade de trabalho estreita com os primeiros-ministros Golda Meir e Yitzhak Rabin.

Gerald Ford

Presidente Ford e outras pessoas saindo da Casa Branca e passando por dois homens uniformizados prestando continência (Depto. de Estado)
(Depto. de Estado)

O primeiro-ministro Yitzhak Rabin (caminhando, à esquerda) visitou a Casa Branca três vezes durante a Presidência de Gerald Ford. Aqui estão os dois líderes depois das reuniões de junho de 1975 descritas pela Casa Branca como “discussões de assuntos de interesse mútuo e com o intuito de fortalecer os laços de amizade entre os dois países”.

Jimmy Carter

Presidente Carter e outras pessoas caminhando em local arborizado (Depto. de Estado)
(Depto. de Estado)

Em 1978, o presidente Jimmy Carter agiu visando intermediar a paz entre Israel e Egito em Camp David, retiro presidencial situado na zona rural de Maryland. Aqui, Carter (em primeiro plano, à esquerda) e o primeiro-ministro israelense Menachem Begin passeiam pela propriedade em Camp David com suas esposas, Rosalynn Carter (à esquerda) e Eliza Begin. A cúpula resultaria nos Acordos de Camp David, que fez com que houvesse paz entre as duas nações.

Ronald Reagan

Presidente Reagan rindo com um homem (Depto. de Estado)
(Depto. de Estado)

O primeiro-ministro Menachem Begin (à direita) visitou a Casa Branca duas vezes durante a Presidência de Ronald Reagan. Esta foto captura um momento jovial entre os dois em setembro de 1981.

George H.W. Bush

Presidente George H.W. Bush e outras pessoas no Muro das Lamentações (Depto. de Estado
(Depto. de Estado)

O vice-presidente de Ronald Reagan, George H.W. Bush (à esquerda), viajou para Israel em 1986. Ele foi visto visitando o Muro das Lamentações na Cidade Velha. Alguns anos mais tarde, como presidente, Bush recebeu o primeiro-ministro Yitzhak Shamir na Casa Branca e em sua casa em Kennebunkport, Maine.

Bill Clinton

Presidente Clinton e outras pessoas de pé ao lado de dois homens apertando as mãos (Depto. de Estado)
(Depto. de Estado)

O presidente Bill Clinton (à esquerda) viajou para Israel quatro vezes durante sua Presidência e recebeu os primeiros-ministros Yitzhak Rabin, Benjamin Netanyahu e Ehud Barak. No local onde esta foto foi tirada, durante a Cúpula de Camp David de 2000, ele se juntou ao primeiro-ministro Barak (à direita) e a Yasser Arafat (ao centro).

George W. Bush

Presidente George W. Bush e dois homens conversando de perto (Depto. de Estado)
(Depto. de Estado)

O presidente George W. Bush, retratado aqui (ao centro) com o secretário de Estado Colin Powell (à esquerda) e o primeiro-ministro Ariel Sharon, falou ao Knesset, o Parlamento de Israel, por ocasião do 60º aniversário da nação. “Vocês construíram uma poderosa democracia que durará para sempre”, disse Bush, “e podem sempre contar com os Estados Unidos da América para estar ao seu lado”.

Barack Obama

Presidente Obama e um homem de pé rodeados por crianças (Depto. de Estado)
(Depto. de Estado)

O presidente Barack Obama é recebido pelo presidente Shimon Peres e pelo coro infantil na residência presidencial em Israel em 2013. Obama recebeu o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu e o presidente Peres em várias ocasiões, incluindo junho de 2012, quando Peres recebeu a Medalha Presidencial da Liberdade.

Donald J. Trump

Netanyahu e Trump apertam as mãos no pódio enquanto a plateia assiste (Foto oficial da Casa Branca/Leslie N. Emory)
(Foto oficial da Casa Branca/Leslie N. Emory)

O presidente Donald J. Trump (à direita) e o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, falaram em uma coletiva de imprensa conjunta na Casa Branca em fevereiro de 2017. “Jerusalém é uma cidade sagrada. Sua beleza, esplendor e patrimônio não se assemelham a nenhum outro lugar na Terra”, disse o presidente Trump durante sua visita à Cidade Santa em 2017. “Os laços do povo judeu com esta Terra Santa são antigos e eternos.”