O Irã continua sendo o principal patrocinador do terrorismo no mundo, realizando ataques e outras atividades desestabilizadoras por meio de sua Guarda Revolucionária Islâmicae da unidade militar especializada da guarda chamada Força Quds (IRGC-QF). Um dos principais focos das sanções dos EUA é interromper os fluxos de receita para esse grupo.

Em maio, os EUA em conjunto com os Emirados Árabes Unidos tomaram medidas para interromper uma rede de cambistas de grande escala que ilegalmente transferiu milhões de dólares para a Guarda Revolucionária Islâmica do Irã. A guarda então usou o dinheiro para financiar “suas atividades malignas e grupos regionais que os representam”, disse o Tesouro dos EUA.

Veja como funcionava. Os EUA identificaram* Jahan Aras Kish, uma empresa de fachada da Guarda Revolucionária Islâmica para recuperar as receitas do petróleo das contas externas do Banco Central do Irã. Dois funcionários da empresa trabalharam com um funcionário da IRGC e dois cambistas. Estes três últimos trabalharam posteriormente com outro indivíduo iraniano a fim de transferir o dinheiro para os Emirados Árabes Unidos e convertê-lo em dólares americanos. O diretor da Rashed Exchange trabalhou com a IRGC com o intuito de criar documentos que ocultassem essas transações financeiras ilícitas.

Gráfico explica o fluxo de dinheiro para dentro e fora do Irã (Depto. de Estado)

“O Departamento do Tesouro agradece aos Emirados Árabes Unidos por sua estreita colaboração nesta questão”, disse o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, ao anunciar as designações. “Países ao redor do mundo devem estar vigilantes contra os esforços do Irã de explorar suas instituições financeiras a fim de trocar moeda e financiar os agentes nefastos da Guarda Revolucionária Islâmica-Força Quds e o maior patrocinador estatal de terror do mundo.”

Este é o segundo de dois artigos sobre como os EUA estão combatendo o financiamento do terrorismo pelo Irã. O primeiro se chama “EUA detectam dinheiro do Banco Central do Irã sendo canalizando para o Hezbollah“.

* site em inglês