Ajuda a coronavírus enviada por grupos americanos chega à China

Um trabalhador em pé e um trabalhador sentado em um veículo perto de caixas e avião (© UPS)
Máscaras e equipamentos de proteção contra o coronavírus são carregados em aviões para serem transportados para a China (© UPS)

Organizações dos EUA estão enviando suprimentos médicos vitais ao epicentro do surto de coronavírus na China, parte dos amplos esforços dos EUA para impedir a doença mortal.

Infográfico com palavras e ilustrações descrevendo a ajuda enviada à China (Depto. de Estado)Mais de 2 milhões de máscaras de respiração, 11 mil roupas de proteção e 280 mil pares de luvas de nitrila doadas pela MAP International e pela MedShare devem chegar a Xangai em 2 de fevereiro com transporte da UPS Inc., de acordo com o Projeto Hope, organização sem fins lucrativos com sede nos EUA.

O Projeto Hope disse que está ajudando a garantir a entrega dos suprimentos ao Centro Provincial de Controle e Prevenção de Doenças de Hubei e depois aos hospitais de Wuhan.

“A demanda vertiginosa por equipamentos de proteção pessoal dizimou os estoques em muitas instalações de saúde na China, e esse envio ajudará a aumentar os suprimentos em Wuhan para que mais pacientes possam ser examinados e tratados com segurança”, disse o Projeto Hope em comunicado.

O secretário de Estado dos EUA, Michael R. Pompeo, disse em um tuíte de 4 de fevereiro que está “grato às generosas organizações dos EUA que doam aos esforços emergenciais”.

Tuíte:
Secretário Pompeo: Estamos orgulhosos de nossa rápida facilitação da entrega de equipamentos de proteção individual doados e de suprimentos médicos e humanitários vitais às pessoas afetadas pelo coronavírus na China. Grato às generosas organizações dos EUA que doaram aos esforços de ajuda. #coronavirus
#China @SecPompeo

Eduardo Martinez, presidente da Fundação UPS, que está ajudando no esforço, disse que as parcerias entre empresas e governos são essenciais para uma resposta rápida.

“O mundo precisa de fortes parcerias público-privadas para ajudar a conter a propagação desse vírus mortal, e a Fundação UPS está expandindo sua rede de ajuda humanitária para apoiar nossos parceiros no fornecimento de experiência em cadeia de suprimentos e transporte aéreo”, afirmou.

O presidente Trump anunciou em 29 de janeiro a criação da Força-Tarefa Coronavírus do presidente visando liderar a luta dos EUA contra o vírus. A força-tarefa é composta por especialistas do governo e do setor privado.

O novo vírus, oficialmente chamado 2019-nCoV, mas mais comumente chamado de coronavírus, teve origem na cidade chinesa de Wuhan, na província de Hubei, mas se espalhou pelo mundo.

Em 30 de janeiro, a Organização Mundial da Saúde declarou o surto uma emergência de saúde pública de interesse internacional. As empresas farmacêuticas dos EUA, incluindo Inovio e Johnson & Johnson, estão ocupadas trabalhando no desenvolvimento de vacinas.