A educação formal para as meninas é algo demasiado importante.

Eis uma razão: de acordo com o Banco Mundial, quando uma nação em desenvolvimento aumenta o número de mulheres com o ensino médio completo, a renda per capita de um país aumenta também.

Quer mais razões? Considere uma melhora na saúde e maior segurança para mulheres e suas famílias.

A última década tem registrado um maior número de meninas frequentando o ensino fundamental — 87% atualmente. Mas menos de 4 em cada 10 concluem o ensino médio.

Como podemos fazer com que mais meninas permaneçam na escola?

Disponibilize escolas onde as meninas tenham acesso a elas

Nas áreas rurais, as escolas são muitas vezes longe de onde moram as meninas. Um estudo da Unicef constatou que mais do que o dobro de meninas egípcias frequentaram a escola quando o prédio da escola ficava a 1 km de casa, ao contrário de 3 km.

(Usaid)

Mantenha as alunas seguras

Meninas que têm de fazer uma longa viagem para a escola estão vulneráveis a assédios ou mesmo ataques. E onde a educação feminina não é incentivada, as meninas podem estar sujeitas a intimidação mesmo na sala de aula ou ao redor dela. As comunidades que trabalham para manter as meninas seguras na escola melhoram seu desempenho escolar.

(Usaid)

Capacitar professores para ficarem atentos a estereótipos

Às vezes professores e livros didáticos reforçam a ideia de que as meninas são menos inteligentes do que os meninos ou somente mostram imagens de meninas e mulheres como trabalhadoras e cuidadoras domésticas. Os professores capacitados a combater os estereótipos ajudam as meninas a descobrir oportunidades. E quando uma escola emprega um número significativo de mulheres como professoras, ela reduz a discriminação contra meninas, e as professoras podem servir como exemplo para elas.

(Usaid)

Diminuir a carga de trabalho em casa

Mulheres fazem a maior parte do trabalho de casa no mundo em desenvolvimento. É por isso que muitas meninas são mantidas dentro de casa e longe da escola. Dividir as tarefas de casa entre os membros da família ajuda as meninas a serem bem-sucedidas.

(Usaid)

Não permita que a menstruação sirva como empecilho para frequentar a escola

Em muitas nações em desenvolvimento, especialmente nas áreas rurais, as meninas não frequentam escola durante o período de menstruação porque elas não têm acesso a absorventes higiênicos ou água encanada. Em Uganda, a presidente do Parlamento liderou uma campanha para disponibilizar absorventes higiênicos mais amplamente — e ajudar a manter as meninas na escola.

(Usaid)