Entre notícias, blogs e mídias sociais, quase qualquer coisa pode ser publicada on-line com o clique de um botão. Mas o que você está lendo, vendo ou ouvindo é real? Estes sites gratuitos e extensões ajudam a esclarecer a confusão.

Para saber mais sobre sites:

Whois*: Descubra quem registrou um endereço da Web e qual é o endereço físico dessa pessoa ou empresa.

Para verificar fotos:

FotoForensics*: Faça o upload de uma imagem para ver se ela foi alterada ao examinar seus níveis de compressão. Com a Análise de Nível de Erros* (ELA, do inglês Error Level Analysis), as partes editadas da foto vão sobressair.

Imagem à esquerda: um jacaré comendo uma salsicha de cachorro-quente e plantas aquáticas ao fundo. À direita: versão mais escura da imagem, com somente plantas contornadas em roxo (Depto. de Estado)
Comparação de fotos colocadas lado a lado, usando um software de detecção de compressão (Depto. de Estado)

O que é falso nessa foto? Só as plantas aquáticas. Os níveis de compressão são diferentes, como mostram as cores e texturas.

JPEGsnoop*: Saiba a hora do dia em que uma foto foi tirada, que tipo de câmera foi usada e outros detalhes. Como no FotoForensics, você também pode ver se a imagem foi editada ao comparar seus níveis de compressão.

Who Stole My Pictures*: Encontre cópias de uma imagem na internet com uma extensão que faz buscas no Google, Yandex**, Bing e TinEye*. Ela permite que você rastreie o uso de uma imagem ao longo do tempo, uma vez que fotos podem ser creditadas incorretamente*.

Para checar a veracidade de um vídeo:

YouTube DataViewer*: Cole um URL do YouTube e descubra o dia e a hora em que o vídeo foi colocado no YouTube (o que pode ser diferente da data que o público vê). Você também receberá “thumbnails” (prévias das imagens, com tamanhos reduzidos) para acompanhar como elas foram utilizadas on-line.

Wolfram Alpha*: Cheque a autenticidade de um vídeo ou foto. Compare o clima no dia da gravação com o histórico de registros climáticos. Digite “weather” (clima), o local da gravação e a data para fazer uma busca nos conjuntos de dados desse mecanismo. (Você também pode usar esse site para pesquisar o histórico de conversões de moedas.)

(© AP Images)

Para checar afirmações:

Wikipédia: Comece a pesquisa sobre um tema novo com essa enciclopédia gratuita, que está disponível em diversas línguas. Certifique-se de verificar as fontes listadas.

Investigative Dashboard: Pesquise sobre empresas, pessoas e as relações entre elas nesses bancos de dados, ou peça ajuda a um especialista.

Storyful: Esta empresa cria um “mapa de calor” do tráfego nas mídias sociais, descobrindo e verificando vídeo, áudio, texto e fotos. Entre seus clientes, estão os principais veículos de comunicação — mas esse serviço precisa ser pago.

Quer mais ferramentas de averiguação?

Escrito por alguns dos principais jornalistas do mundo, o Manual de Verificação oferece ferramentas e técnicas para uso em situações de emergência, especialmente na hora de verificar informações, fotos e vídeos fornecidos pelas pessoas em geral. O Manual de Verificação para Reportagem Investigativa*, um complemento do manual original, oferece mais técnicas para pesquisa on-line.

*site em inglês
**site em russo