Adivinha quem está cozinhando? Michelle Obama, em Milão

(© AP Images)

A primeira-dama Michelle Obama assumiu o papel de chef de cozinha quando se juntou a estudantes italianos e americanos para preparar uma salada de lentilha, cevada e arroz no restaurante americano James Beard no centro de Milão.

A primeira-dama esteve na cidade a fim de promover a alimentação saudável como parte da delegação dos EUA para a Expo Mundial 2015 em Milão.

“Independente de onde moramos no mundo, todos queremos alimentos saudáveis e nutritivos para nossas famílias”, disse ela, acrescentando que além de “compartilhar alguns dos nossos sucessos (…), estamos aproveitando a oportunidade para aprender com os líderes aqui na Itália e ao redor do mundo todo a fim de descobrir o que está funcionando para eles. Porque nenhuma nação possui o monopólio no que se refere a boas ideias”.

Michelle Obama visita a maior plantação vertical do mundo no Pavilhão dos EUA da Expo Milão (© AP Images)

A Expo Milão, que está sendo realizada até 31 de outubro, dá destaque a como alimentar o mundo de maneira sustentável e nutritiva. A nutrição também está no cerne da iniciativa Vamos nos Mexer* realizada pela primeira-dama para fazer com que as famílias nos Estados Unidos se alimentem melhor e se exercitem mais.

Como parte dessa iniciativa, Michelle Obama plantou a primeira horta para a cozinha da Casa Branca em mais de 50 anos. Os legumes cultivados lá são usados regularmente na Casa Branca — como em sua versão do clássico americano “macaroni and cheese” (macarrão com queijo).

[table id=76 /]

Michelle Obama também visitou o Pavilhão dos EUA da Expo, intitulado “Alimentos Americanos 2.0: unidos para alimentar o planeta**”. Exibições interativas destacam como agricultores, cientistas, empresas e agências governamentais dos EUA estão trabalhando para encontrar maneiras de alimentar a crescente população mundial.

“Quando (…) se pensa em transplantar essas ideias e inovações para outras regiões do mundo onde as pessoas estão morrendo de fome, sabemos que podemos solucionar esses problemas”, afirmou a primeira-dama aos estudantes no Pavilhão dos EUA. “E realmente vai depender de jovens como vocês pegar essa informação e fazer dela alguma coisa; transformá-la em ação.”

*site em inglês
**site em inglês e italiano