Empresa americana Rumi Spice ajuda os afegãos através do comércio

Quando a maioria das pessoas pensa no Afeganistão, campos de flores roxas não é exatamente o que vem à sua mente. Porém, essa paisagem é justamente o que a veterana do Exército dos EUA Kimberly Jung espera criar.

Sua empresa, Rumi Spice, cujo nome é inspirado pelo poeta persa do século 13, trabalha com agricultores locais para levar o açafrão afegão a mercados internacionais. Através de um negócio sustentável, a empresa proporciona empregos e ajuda os produtores rurais a fugir da influência do Talibã.

“Realmente acreditamos que o caminho rumo a um futuro sustentável para o Afeganistão é através do empoderamento econômico do povo afegão”, explicou Kimberly em um vídeo* promocional.

A ideia de criar a empresa Rumi Spice surgiu em 2014, depois que Kimberly e outros dois colegas do Exército, Emily Miller e Keith Alaniz, retornaram aos EUA após servir no Afeganistão. Carol Wang, que trabalhou no Afeganistão para um programa de desenvolvimento do Banco Mundial, se juntou na qualidade de cofundadora.

Depois de conversar com agricultores afegãos, os quatro fundadores perceberam que o Afeganistão produz alguns dos melhores açafrões do mundo, e que as flores roxas poderiam ser a base de uma empresa. No entanto, além de criar uma nova carreira para si mesmos, eles queriam criar empregos no Afeganistão a fim de que agricultores e mulheres do país cultivassem e realizassem a colheita do açafrão.

Proporcionando emprego às mulheres

Mulheres colocam flores de açafrão em cestas (© AP Images)
Mulher afegã trabalha em uma plantação de açafrão em Guzara, distrito de Herat, no Afeganistão (© AP Images)

O açafrão é o tempero culinário mais caro do mundo, e é obtido a partir do estigma da flor de croco. Cada flor produz apenas três estigmas, e pode ser necessário que haja mais de 150 mil flores a fim de obter o suficiente para colher um único quilograma.

O trabalho de colheita de flores e estigmas é delicado, pois é manual. Rumi Spice emprega 300 mulheres em Herat, no Afeganistão. Elas fazem a colheita e o processamento das flores. Por ser a empresa privada que mais emprega mulheres afegãs no país, Rumi Spice também abre espaço para que as mulheres ocupem cargos em posições de gerenciamento e também em seus escritórios.

Proporcionar emprego às mulheres é crucial para a economia afegã**. Estudos demonstram que quando as mulheres trabalham, as economias crescem a um ritmo mais rápido e as crianças se beneficiam.

Açafrão: uma nova oportunidade

O Afeganistão, país em que 80% da população trabalha em agricultura, tem um clima quase perfeito para o cultivo das delicadas flores púrpuras de açafrão. A terra seca e semiárida produz algumas das espécies de açafrão de maior qualidade do mundo, de acordo com o Instituto Internacional de Sabor e Qualidade, sediado em Bruxelas***. E os agricultores podem lucrar mais produzindo açafrão do que qualquer outra plantação de produto agrícola legal.

A colheita de açafrão se caracteriza por mão de obra intensiva, e muitos agricultores afegãos não têm acesso ao mercado internacional a partir do Afeganistão. Em vez de cultivar açafrão, alguns agricultores cultivam plantas de papoula, que fornecem um ingrediente-chave para a heroína, e vendem as plantas ao Talibã. O Afeganistão produz até 90% das papoulas do mundo.

Atualmente, com o investimento da Rumi Spice e uma crescente rede de restaurantes e supermercados, os produtores de açafrão estão ganhando acesso a mercados estrangeiros e a maiores oportunidades para vender suas plantações.

“O açafrão é o melhor caminho para que os agricultores afegãos ajudem a evitar o problema da papoula e do ópio, e a influência que o Talibã exerce sobre esses agricultores”, disse Kimberly.

Rumi Spice trabalha com mais de 90 agricultores no Afeganistão e tem crescido a cada ano. Agricultores afegãos empoderados são cruciais para o sucesso a longo prazo do país, afirma Kimberly. “Eu realmente acredito que eles são a chave para a paz e a prosperidade do Afeganistão.”

* vídeo do YouTube em inglês
** site em inglês com opção de tradução para espanhol e francês
*** site em inglês com opção de tradução para vários idiomas