Enfrentando as forças do caos, da desordem e do terror

O presidente Trump exortou os líderes mundiais a fortalecer a segurança de seu próprio povo e, concomitantemente, promover a paz, a prosperidade e a segurança mundial. Ele alertou que regimes renegados e terroristas representam perigos que ameaçam “tudo o que prezamos e valorizamos”.

Em seu discurso na Assembleia Geral da ONU, Trump destacou a Coreia do Norte, o Irã e a Venezuela como as ameaças mais graves, mas também advertiu sobre os perigos que disputas não resolvidas “da Ucrânia ao Mar do Sul da China” representam para a soberania e a paz.

“Devemos defender o respeito às leis, o respeito às fronteiras e o respeito à cultura, bem como o engajamento pacífico que isso permite”, declarou. “E assim como desejavam os fundadores desta organização, devemos trabalhar juntos e confrontar juntos aqueles que nos ameaçam com caos, turbulência e terror.”