EUA enviam ajuda humanitária adicional à fronteira venezuelana

Aviões de transporte militar dos EUA, que carregam ajuda humanitária destinada à Venezuela, desembarcaram em 16 de fevereiro na cidade fronteiriça colombiana de Cúcuta, onde alimentos e remédios estão armazenados, enquanto aguardam o momento de serem distribuídos.

Os suprimentos da ajuda estão sendo estocados a pedido do presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, que é reconhecido como líder legítimo de seu país por mais de 50 nações — incluindo os Estados Unidos.

Até o momento, o ditador venezuelano Nicolás Maduro tem impedido a entrada da ajuda na Venezuela, mas Guaidó está convocando as Forças Armadas da Venezuela a fim de permitir que os suprimentos cheguem aos venezuelanos necessitados. Enquanto isso, a crise do país se aprofunda. Sob o regime de Maduro, alimentos se tornaram cada vez mais escassos e quase 90% dos venezuelanos foram lançados à pobreza.

 Ajuda humanitária dentro de um avião de carga C-17 (© Luis M. Alvarez/AP Images)
(© Luis M. Alvarez/AP Images)

Interior de um avião de carga C-17, repleto de mercadorias advindas de assistência humanitária e com destino à Venezuela. A aeronave aguarda a decolagem na Base da Reserva Aérea de Homestead, localizada na cidade de mesmo nome, na Flórida. Os Estados Unidos estão fazendo o transporte aéreo e o posicionando prévio da ajuda humanitária adicional a fim de fornecer alívio a dezenas de milhares de venezuelanos que sofrem com a escassez grave de alimentos e remédios.

Grande grupo de pessoas vestindo branco prestando juramento (© Ariana Cubillos/AP Images)
(© Ariana Cubillos/AP Images)

Enfermeiros, médicos e outros profissionais são empossados ​​pelo presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, em Caracas. Eles se comprometeram a ajudar assim que acontecer a chegada e a distribuição da ajuda humanitária na Venezuela.

Close de pacotes de comida prontos para serem distribuídos na Venezuela (© Fernando Vergara/AP Images)
(© Fernando Vergara/AP Images)

Pacotes de Alimentos Suplementares Prontos para Uso, e fornecidos pela Usaid, são exibidos por um enviado do presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, no aeroporto Camilo Daza, em Cúcuta, Colômbia. Os pacotes fazem parte da ajuda humanitária transportada em aviões de carga C-17 da Força Aérea dos EUA para ajudar o povo da Venezuela.

Mark Green: ATUALIZAÇÃO: Os EUA continuam respondendo ao pedido de assistência humanitária por parte do presidente interino da #Venezuela, @JGuaido. A ajuda enviada à #Colombia está posicionada previamente nas proximidades da fronteira com a #Venezuela. E há mais a caminho.