EUA lançam estratégia para reativar economia global

Os Estados Unidos lançaram uma estratégia para mobilizar seus vastos recursos a fim de apoiar a recuperação econômica global após a pandemia da Covid-19.

A estratégia de Atividade Econômica Global e Recuperação (Gear)* do Departamento de Estado dos EUA apoiará esse esforço mais amplo, permitindo a segurança alimentar e o comércio de alimentos, implantando ferramentas financeiras para a recuperação econômica, apoiando exportadores e investidores dos EUA no exterior e ajudando a restaurar o transporte e as viagens internacionais.

“Nosso objetivo é equilibrar a economia dos EUA visando alcançar um crescimento rápido e estimular a recuperação econômica que beneficiará diretamente nossos cidadãos e o resto do mundo”, disse Sarah Weber, consultora sênior do Bureau de Assuntos Econômicos e Empresariais do Departamento de Estado do Departamento de Estado.

Diplomacia Econômica: Nós, do Bureau de Assuntos Econômicos e Empresariais do Departamento de Estado, estamos comprometidos agora mais do que nunca em fortalecer o crescimento e garantir nosso futuro! Nossa liderança, Manisha Singh, secretária de Estado adjunta para Assuntos de Economia e Negócios, perguntou como podemos contribuir para retornar os EUA à prosperidade de antes da Covid-19. Resposta: a estratégia de Atividade Econômica e Recuperação Global (Gear). @EconAtState @manishasingh #prosperity #Covid19 [email protected]

Os Estados Unidos têm liderado a luta global contra a pandemia da Covid-19, alocando mais de US$ 12 bilhões para iniciativas globais de segurança da saúde; desenvolvimento de vacinas, terapias e diagnósticos para Covid-19; ajuda humanitária; e preparação para situações de emergências.

Como líder mundial em inovação, os Estados Unidos também estão bem posicionados para estimular a recuperação econômica. A Organização Mundial da Propriedade Intelectual, em seu relatório Índice Global de Inovação 2020**, classificou os Estados Unidos entre as três economias mais inovadoras.

A inovação americana, juntamente com o apoio do governo dos EUA, tem desempenhado um papel fundamental no desenvolvimento de duas vacinas candidatas contra a Covid-19 que parecem altamente eficazes em ensaios clínicos na prevenção de infecções.

De acordo com a estratégia Gear, as decisões de recuperação econômica dependerão de análises baseadas em evidências a respeito dos danos causados ​​pela pandemia. Os Estados Unidos trabalharão com a indústria e parceiros internacionais com o intuito de implementar medidas como exames de saúde, testes e distanciamento social em centros de viagens, aeroportos e aviões.

A pandemia também revelou riscos de dependência excessiva de um único país para a obtenção de suprimentos essenciais, como equipamentos médicos ou de telecomunicações, dizem autoridades americanas. A estratégia Gear apoia os esforços existentes nos EUA, como a Rede Limpa, e os avisos dos EUA de que as nações parceiras não podem contar com fornecedores de telecomunicações de quinta geração não confiáveis ​​da China, como a Huawei, que representam riscos de segurança significativos.

Por meio da iniciativa Equipes de Negociações, o governo dos EUA coordena os esforços de 14 agências dos EUA para apoiar os negócios e investimentos de empresas americanas no exterior visando reforçar as metas econômicas e de desenvolvimento dos países.

“Devemos diversificar as cadeias de suprimentos globais priorizando o investimento tanto internamente quanto em outros países onde o Estado de Direito é respeitado e onde as instituições são responsáveis ​​perante os cidadãos e os consumidores”, afirmam autoridades do Departamento de Estado*. “Estamos regularmente nos engajando com nossos aliados e parceiros a fim de discutir esses imperativos e garantir que estamos trabalhando juntos para enfrentar os desafios da cadeia de abastecimento global.”

* site em inglês
** PDF em inglês