EUA lançam GPS com novos satélites

Todos, desde motoristas de delivery de pizza a pilotos de avião e transportadores internacionais, em breve terão sistemas de navegação mais robustos e mais confiáveis graças à atualização do Sistema de Posicionamento Global (GPS) dos Estados Unidos.

Em 5 de novembro, parcerias da Força Espacial e do setor privado dos EUA lançaram o quarto de 32 novos satélites*. Esse lançamento faz parte de uma atualização de GPS que terá continuidade ao longo da próxima década e melhorará a navegação e outras tecnologias para usuários ao redor do mundo.

A atualização vai substituir dezenas de satélites por modelos mais novos, tornando os sinais três vezes mais fortes e até oito vezes mais seguros. O governo dos EUA originalmente decidiu disponibilizar GPS para uso civil em 1983. Ele se tornou totalmente operacional em meados dos anos 1990, fornecendo a hora e dados de localização a fim de prestar apoio a tudo, desde navegação e resposta emergencial a previsão do tempo, agricultura de precisão, serviços bancários e geração de energia elétrica.

“Tantas pessoas dependem de GPS todos os dias”, disse Tonya Ladwig, vice-presidente da Lockheed Martin, que está desenvolvendo os novos satélites em colaboração com a Força Espacial dos EUA. “Continuar a investir em GPS ao adicionar novas capacidades como as que acompanham o GPS III/IIIF vai assegurar que o GPS continue a ser o ‘padrão de ouro’ do mundo.”

Satélite dentro de escudo de lançamento (Cortesia: 45ª Escritório de Assuntos Públicos da Asa Espacial)
Um novo satélite GPS é encapsulado em material de proteção para lançamento no espaço (Cortesia: 45ª Escritório de Assuntos Públicos da Asa Espacial)

Presidentes dos EUA têm dado apoio ao desenvolvimento e ao uso de GPS em âmbito mundial para fins pacíficos desde os anos 1980.

O GPS atualizado permanecerá compatível com todos os outros sistemas de navegação por satélite globais e regionais, dando continuidade aos esforços de longa data dos EUA para promover tecnologias de navegação por satélite em todo o mundo.

Os Estados Unidos apoiam a compatibilidade entre os provedores mundiais de serviços de navegação por satélite através da Comissão Internacional de Sistemas Globais de Navegação por Satélite, que os EUA ajudaram a estabelecer em 2005 no âmbito das Nações Unidas.

A Força Espacial dos EUA opera GPS em nome do Departamento de Defesa, que trabalha com os setores público e privado a fim de manter e atualizar o sistema.

“Creio que a maioria das pessoas não percebe o quanto depende do GPS dia após dia”, disse a general DeAnna Burt, diretora de Operações e Comunicações da Força Espacial, à publicação de tecnologia CNET*. “Seria um dia ruim se não tivéssemos GPS.”

* site em inglês