Chloe Kim pode fazer as manobras mais desafiadoras do snowboarding. Ela é a primeira mulher a desempenhar com sucesso, e em todas as etapas, as manobras com três rotações completas no ar, conhecidas com “1080s”. São altas as expectativas de que esta adolescente de 16 anos de idade, da Califórnia, vai deslumbrar o público das Olimpíadas de Inverno de 2018.

Chloe, coreana americana de primeira geração, visitou recentemente a Coreia do Sul em preparação para os próximos Jogos de Inverno, que serão realizados em Pyongyang, cidade coberta de neve**. Aos 13 anos de idade, Chloe era jovem demais para competir nas Olimpíadas de Sochi em 2014.

Na Coreia do Sul, ela falou com estudantes sobre como equilibrar o atletismo com seu calendário acadêmico — afinal de contas, ela é uma estudante normal do ensino médio — e levou as crianças para um passeio que incluiu praticar snowboarding e tirar muitas selfies.

No Centro Nacional de Treinamento Olímpico da Coreia, ela recebeu algumas dicas de tiro com arco de Ki Bo-bae, arqueira sul-coreana que ganhou medalhas de ouro após vencer todas as etapas do esporte durante as Olimpíadas de Londres e do Rio de Janeiro.

A comida, no entanto, foi um dos destaques durante sua viagem, declarou Chloe em um fórum na Embaixada dos EUA em Seul. “Eu amo a Coreia!”

Competir nas Olimpíadas que serão realizadas na Coreia do Sul será mais do que especial para Chloe. “Eu tenho família no país*; portanto, estou muito entusiasmada por saber que eles vão me apoiar”, disse ela. Seus pais, ambos nascidos na Coreia, viajam com Chloe para todos os eventos. “Ter eles aqui vai ter um grande significado.”

Três mulheres praticantes de snowboarding exibem suas medalhas (Serviço de Informação aos Jovens/Comitê Olímpico Internacional)
Chloe Kim se tornou a primeira mulher americana a ganhar duas medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude (YIS/COI)

A extrovertida Chloe, nascida em Torrance, na Califórnia, começou no esporte em tenra idade. A primeira vez que ela deslizou por encostas foi quando era muito pequena, nos braços de seu pai. Ela caiu do teleférico durante a sua primeira lição de snowboarding.

Definitivamente, eu não gostei da experiência no início*”, disse ela. “Provavelmente em razão de eu ter 4 anos de idade e do frio que estava lá fora.”

Chloe rapidamente mudou de prancha. A primeira que usou era de segunda mão e foi comprada on-line por US$ 25. Em seu esporte, a jovem se tornou uma das atletas que faz as manobras mais altas no ar. A cor de seu cabelo varia nos seguintes tons: azul, rosa e roxo. Após ganhar uma medalha de ouro nos Jogos Olímpicos da Juventude em 2016, ela é a favorita para subir no pódio em Pyongyang.

Assista ao vídeo abaixo (em inglês) para saber mais sobre a história de Chloe e como é o treinamento que realiza com seu pai.

* site em inglês
** site em inglês com opção de tradução automática para três idiomas