Trump cumprimentando Modi (Casa Branca/Shealah Craighead)
O presidente Trump e o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, após a chegada de Trump à Índia no Aeroporto Internacional Sardar Vallabhbhai Patel em 24 de fevereiro (Casa Branca/Shealah Craighead)

“Os Estados Unidos sempre serão amigos fiéis e leais do povo indiano”, disse o presidente Trump em 24 de fevereiro a uma multidão de mais de 100 mil pessoas na Índia.

“A história da nação indiana é uma história de progresso impressionante, um milagre da democracia, da diversidade extraordinária e, acima de tudo, de um povo forte e nobre”, disse Trump no recém-reformado Estádio Motera, em Ahmedabad, na Índia, considerado o maior estádio de críquete do mundo. O evento foi chamado de “Namaste Trump”. Em hindi, “namastê” significa “olá”.

Trump, Melania e Modi entram no palco cercados por uma grande multidão (© Alex Brandon/AP Images)
(© Alex Brandon/AP Images)

O presidente disse que os EUA e a Índia estão nos estágios iniciais de discussão de um acordo comercial que visa reduzir barreiras ao investimento. Mas desde o início de seu governo, o comércio entre os dois países aumentou 40%. “A Índia agora é um mercado importante para as exportações americanas — e os Estados Unidos são o maior mercado de exportação da Índia”, afirmou o presidente.

Trump discursa para grande público em estádio (Casa Branca/Shealah Craighead)
(Casa Branca/Shealah Craighead)

Trump também destacou o primeiro exercício militar Triunfo do Tigre que os EUA e a Índia realizaram no ano passado. “Os Estados Unidos devem ser o principal parceiro de defesa da Índia”, disse Trump. “Juntos, defenderemos nossa soberania, segurança e protegeremos uma região do Indo-Pacífico livre e aberta para nossos filhos e para muitas e muitas gerações vindouras”, disse ele no estádio.

Trump e Melania em pé na frente do Taj Mahal enquanto uma revoada de pássaros passa por perto (© Alex Brandon/AP Images)
(© Alex Brandon/AP Images)

A próxima parada do presidente foi uma visita ao Taj Mahal em Agra. Antes de partir, ele disse: “Que nossas duas nações permaneçam sempre juntas como poderosas defensoras da paz e da liberdade, e a esperança de um mundo melhor para toda a humanidade”.