Jipe-robô da Nasa descobre possível precursor de vida em Marte

A Nasa, agência espacial dos EUA, está a um passo de determinar se existiu vida na antiga Marte.

Não estamos falando de vida humana ou de marcianos, mas de pequenos micróbios vivos. No final de 2006, o jipe-robô Curiosity, da Nasa, fez uma descoberta surpreendente entre as rochas de um antigo leito de um lago marciano: o elemento boro.

Na Terra, o boro está associado a locais áridos onde muita água se evaporou. Se o boro encontrado em Marte for semelhante ao boro existente na Terra, isso poderá significar que houve vida em Marte em alguma época do passado. Em 2015, a Nasa confirmou a descoberta de água líquida em Marte.

“Ganhamos na loteria”, disse John Grotzinger*, ex-cientista de projetos para o jipe-robô Curiosity, depois que a Nasa anunciou a descoberta do elemento boro, juntamente com uma variedade de rochas de depósitos minerais.

“Estamos vendo a complexidade química indicando uma longa história interativa com a água. Quanto mais complicada for a química, melhor é a habitabilidade”, disse Grotzinger.

Jipe-robô Curiosity em Marte (Nasa)
O jipe-robô Curiosity usou seu equipamento de disparar laser denominado “ChemCam” para detectar o elemento boro em Marte (Nasa)

O jipe-robô Curiosity que se encontra em Marte tem se locomovido ao redor da cratera Gale do planeta desde agosto de 2012, em busca de sinais de que tenha existido vida em Marte.

O jipe-robô disparou raio laser em rochas e analisou sinais indicadores de diferentes elementos, e acabou encontrando boro e minerais argilosos.

O Curiosity integra a pesquisa e a preparação em curso da Nasa* para uma missão a Marte nos anos 2030.

* site em inglês