Kamala Harris: a próxima vice-presidente dos Estados Unidos

Kamala Devi Harris, senadora que representa a Califórnia no Congresso dos EUA desde 2017, vai romper barreiras quando tomar posse como vice-presidente dos Estados Unidos em 20 de janeiro.

Ela vai ser a primeira mulher — e a primeira pessoa de ascendência africana, jamaicana e sul-asiática — a ocupar esse cargo.

“Embora eu possa ser a primeira mulher neste Gabinete, não serei a última — porque cada menina assistindo esta noite vê que este é um país de possibilidades”, disse Kamala em 7 de novembro de 2020*.

Kamala Harris, trajando um terninho branco, entra em um palco acenando; atrás, púlpito e telão (© Carolyn Kaster/AP Images)
A vice-presidente eleita, Kamala Harris, entra em um palco em 7 de novembro de 2020, em Wilmington, Delaware (© Carolyn Kaster/AP Images)

Primeiros anos

Nascida em Oakland, Califórnia, em 1964, Kamala é filha de imigrantes. Seu pai, Donald Harris, natural da Jamaica, é economista aposentado. (Ele e sua esposa se divorciaram quando suas duas filhas eram jovens.)

Kamala diz que foi criada para acreditar na promessa dos Estados Unidos. Sua mãe, Shyamala Gopalan Harris, natural da Índia, era uma ativista de direitos civis e pesquisadora de câncer de mama que dizia para as filhas: “Não fiquem paradas reclamando. Façam algo.” A mãe de Kamala morreu em 2009.

Kamala se formou pela Universidade Howard, instituição de ensino superior historicamente negra em Washington, e recebeu diploma universitário em Direito pela Faculdade de Direito Hastings da Universidade da Califórnia.

Ela trabalhou como assistente da Procuradoria Distrital em Oakland por vários anos e em 2003 se tornou promotora distrital da cidade e do condado de São Francisco.

Em 2010, Kamala se tornou a primeira mulher negra a ser eleita procuradora-geral da Califórnia, administrando o segundo maior Departamento de Justiça do país, atrás apenas do Departamento de Justiça dos EUA.

Em 2014, Kamala se casou com o advogado Douglas Emhoff e se tornou a madrasta de seus filhos, agora adultos jovens. (Emhoff, além de assumir o papel de segundo-cavalheiro, ingressará no corpo docente da Faculdade de Direito da Universidade de Georgetown em Washington este mês.)

Como senadora, Kamala atuou na Comissão de Segurança Interna e Assuntos Governamentais do Senado, na Comissão Especial de Inteligência, na Comissão de Justiça e na Comissão do Orçamento.

Ela disse que suas prioridades como vice-presidente serão ajudar o presidente eleito, Biden, a acabar com a pandemia da Covid-19, a expandir as oportunidades econômicas e de saúde, a enfrentar a emergência das mudanças climáticas, a enfrentar o terrorismo e o racismo sistêmico, e a trabalhar em estreita colaboração com aliados internacionais em preocupações compartilhadas.

Biden, ao apresentar Kamala na Convenção Nacional Democrata em 2020, disse: “Terei uma grande vice-presidente ao meu lado.”

* site em inglês