Kerry: o mundo deve continuar a avançar em relação às mudanças climáticas

34

Devemos continuar a realizar avanços na luta contra as mudanças climáticas, afirmou o secretário de Estado, John Kerry, na Conferência da ONU Sobre o Clima de 2016 em Marrakech, Marrocos.

Este tem sido um ano histórico para a ação climática. Em dezembro de 2015, quase 200 países se reuniram em Paris para acordar um plano destinado a limitar o aumento da temperatura global para bem abaixo de 2 graus Celsius. Dezenas de países ratificaram o acordo, colocando-o em vigor ao mesmo tempo em que a comunidade internacional concordava em reduzir os hidrofluorcarbonetos e colocar a aviação internacional no caminho do crescimento sustentável.

Mas, como diz Kerry no vídeo acima, “Não podemos esperar muito tempo para transformar a ciência que possuímos hoje em políticas necessárias a fim de enfrentar este desafio.”

Em uma semana turbilhonante que o levou da Oceania para Antártica, Oriente Médio, África e América do Sul, Kerry viu — de perto — os efeitos das mudanças climáticas e os esforços das pessoas se preparando para o aquecimento global e também para combatê-lo.

No continente mais setentrional do mundo, Kerry saiu para a camada de gelo da Antártica Ocidental. Se a camada inteira derretesse, os níveis globais do mar aumentariam 4 a 5 metros. Se podemos ou não reverter esse processo, conclui Kerry, cabe a nós.

“Cada indivíduo pode fazer a diferença”, mantendo os políticos responsáveis e atendendo as comunidades locais, disse ele. “Conto com vocês!”