O próximo capítulo em segurança sanitária global

Os Estados Unidos se comprometeram a doar US$ 150 milhões a fim de ajudar países de alto risco a desenvolver sua capacidade de se proteger contra ameaças globais originárias de doenças como o vírus ebola.

A contribuição de US$ 150 milhões dos Estados Unidos se junta a outra de mais de US$ 1 bilhão comprometida pelo governo dos EUA desde 2014 para ajudar 17 países de alto risco a prevenir, detectar e responder a surtos de doenças infecciosas.

Esses esforços fazem parte da Agenda de Segurança da Saúde Global (GHSA), que visa garantir que todos os países possam prevenir, detectar e responder rapidamente a surtos de doenças infecciosas.

“Os Estados Unidos apoiam a GHSA 2024 nos mais altos escalões do nosso governo”, disse Eric Hargan, subsecretário de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, em 2018, quando anunciou a contribuição durante a Reunião Ministerial da Agenda Global de Segurança da Saúde em Bali, Indonésia. Líderes mundiais se reuniram na ilha com o objetivo de lançar a Agenda Global de Segurança da Saúde 2024.

A reunião reafirmou o apoio dos membros à colaboração contínua em segurança sanitária global, disse Hargan. Ele também enfatizou “o interesse e a participação significativos” do setor privado dos EUA.

A GHSA 2024 dá continuidade a uma parceria global que foi lançada em 2014. A parceria atende à necessidade de colaboração estreita entre fronteiras e setores visando tornar o mundo seguro de doenças infecciosas. Graças a esses esforços, organizações internacionais, parceiros não governamentais e mais de 60 países estão trabalhando juntos para prevenir, detectar e responder a ameaças de doenças em todo o mundo.

Texto em gráfico mostra os programas prioritários da Agenda Global de Segurança da Saúde (Gráfico: L. Rawls, Depto. de Estado/Fonte: GHSA)
(Gráfico: L. Rawls, Depto. de Estado/Fonte: GHSA)

Em reconhecimento de que há mais trabalho a ser feito, a Agenda Global de Segurança da Saúde original foi estendida por um período de cinco anos, ou seja, até 2024. A GHSA 2024 visa aproveitar as realizações passadas e criar melhorias mensuráveis ​​em segurança sanitária em mais de 100 países até 2024.

De acordo com um recente relatório de progresso*, esses investimentos deram resultado. Os países que recebem apoio foram capazes de assumir a liderança ao responder a mais de 25 emergências de saúde pública no ano passado.

No entanto, como Hargan é rápido em apontar, os desafios permanecem. Enfrentar esses desafios e criar salvaguardas contra as ameaças globais de doenças serão o foco contínuo da GHSA 2024 e por muito tempo no futuro.

Este artigo foi escrito pelo redator freelance Toby Merkt.