Obama convida Trump para uma reunião e o parabeniza pela vitória

38

O presidente Obama convidou o presidente-eleito Donald Trump para uma reunião a fim de discutir a transferência de poder de seu governo para o de Trump.

Em um discurso proferido na Casa Branca um dia após a eleição, Obama disse o seguinte sobre o seu sucessor: “Estamos agora todos torcendo por seu sucesso em unir e liderar o país.”

A Casa Branca informou que Obama telefonou para Trump  no princípio da manhã de 9 de novembro para parabenizá-lo por sua vitória na campanha presidencial. Os dois líderes planejam se reunir em 10 de novembro na Casa Branca, onde Obama deverá atualizar Trump sobre o planejamento em curso visando a transição.

Obama prometeu fazer tudo o que puder para garantir uma transição harmoniosa. “Todos queremos o que é melhor para este país”, afirmou Obama.

A gerente de campanha de Trump, Kellyanne Conway, descreveu o telefonema entre Obama e Trump como uma “conversa calorosa” e uma “troca graciosa”. Ela informou que Trump havia perdido a primeira chamada telefônica do presidente, momento em que Trump falava com partidários em Nova York, mas depois retornou a ligação após deixar o palco.

Obama também telefonou para Hillary Clinton depois de se certificar que ela havia perdido a disputa. A Casa Branca disse que Obama “expressou admiração pela forte campanha que Hillary travou em todo o país”.