Quais são os próximos passos para o Acordo de Paris sobre o clima?

Ilustração de figuras empurrando o globo em uma ladeira (Depto. de Estado/D. Thompson)
(Depto. de Estado/D. Thompson)

Poderia ter levado anos. No entanto, após mais de 190 países assinarem o histórico Acordo de Paris sobre o clima em dezembro de 2015, fazer com que o acordo entrasse em vigor levou meses.

Em 5 de outubro, um número suficiente de países formalmente ratificou o documento para que o Acordo de Paris entrasse em vigor. O presidente Obama saudou a conquista, dizendo: “O mundo se compromete com o clima.”

Será que isso significa que o mundo está livre das secas intensas, do clima adverso e do aumento do nível do mar em decorrência do aquecimento global? Ainda não. Mas o Acordo de Paris foi projetado para reduzir as emissões de gases de efeito estufa e limitar o aumento das temperaturas globais para um nível bem abaixo de 2 graus Celsius. Veja aqui de que maneira e qual o próximo passo:

Estrutura
Ilustração de figura segurando uma caneta tinteiro (Depto. de Estado/D. Thompson)

Países grandes e pequenos, desenvolvidos e em desenvolvimento, concordaram em produzir suas próprias estratégias nacionais visando reduzir as emissões de gases de efeito estufa. A cada cinco anos, os países apresentarão novas metas, que devem ser mais ambiciosas do que as anteriores. Por volta de 2020, os países atualizarão suas estratégias climáticas para garantir que o mundo está mais próximo das metas do pacto.

Ilustração de figura inserindo moeda em cofrinho no formato da Terra com painel solar e turbinas eólicas ao longe (Depto. de Estado/D. Thompson)

Alteração no financiamento

O investimento em energia renovável já corresponde a mais do que o dobro* do que o mundo despende em novas usinas de combustíveis fosseis. A extensão do apoio para o Acordo de Paris sinaliza que a economia global está mudando para uma nova era de energia renovável. Essa tendência continuará a crescer nas próximas décadas.

Ilustração de figuras segurando a Terra (Depto. de Estado/D. Thompson)

Apoio a projetos

Os países desenvolvidos se comprometeram a apoiar os países em desenvolvimento como parte do Acordo de Paris. A cada dois anos, os países desenvolvidos anunciarão o montante de dinheiro que darão para ajudar os outros países a atingir suas metas climáticas. Como parte do Fundo Verde para o Clima, os EUA se comprometeram a ajudar com um valor inicial de US$ 3 bilhões.

Ilustração de figura segurando um pergaminho e caminhando de Marrocos a Paris (Depto. de Estado/D. Thompson)

De Paris a Marrakech 

O Acordo de Paris está definido para entrar oficialmente em vigor em 4 de novembro. Os países se reunirão em Marrakech** entre 7 e 18 de novembro para começar a concretizar a promessa firmada em Paris. Para o ministro das Relações Exteriores do Marrocos, Salaheddine Mezouar, a próxima conferência é uma “oportunidade de fazer com que as vozes dos países mais vulneráveis às mudanças climáticas sejam ouvidas”.

Quer saber mais? Você pode acompanhar o progresso sobre o clima através do Twitter em @US_Center* ou pelo site do Instituto de Recursos Mundiais*.

Doug Thompson do ShareAmerica criou as ilustrações para este artigo.

* site em inglês
** site em inglês e francês