Reviva momentos olímpicos especiais do Rio

Os Jogos Olímpicos de Verão Rio 2016 têm apresentado conquistas esportivas incríveis, mas entre as principais manchetes estão histórias de espírito esportivo, triunfo e até algumas propostas de casamento.

Veja aqui algumas que você talvez tenha perdido:

Ajudando um competidor que sofreu uma queda durante prova de 10 km

Homens disputam corrida (© AP Images)
O americano Galen Rupp (esquerda) olha para Mo Farah (terceiro a partir da esquerda), recuperando-se de queda nos 10 mil metros (© AP Images)

A colisão com o corredor americano Galen Rupp poderia ter condenado ao fracasso Mo Farah, medalhista de ouro da Grã-Bretanha na prova dos 10 mil metros em 13 de agosto. Mas depois de verificar que Farah estava bem, Rupp encorajou seu amigo e parceiro de treinamento a retomar a corrida. Farah continuou e ganhou o ouro; Rupp terminou em quinto. “[Rupp] é um grande esportista”, disse Farah em entrevista depois da corrida

Vitória para uma nadadora refugiada síria

Yusra Mardini nadando (© AP Images)
(© AP Images)

Nadando pela primeira Equipe Olímpica de Refugiados, Yusra Mardini ganhou uma bateria das eliminatórias dos 100 metros borboleta em 6 de agosto. “Espero por mais em Tóquio”, nos próximos Jogos Olímpicos, disse a jovem de 18 anos à Associated Press. Ela era uma heroína mesmo antes de chegar ao Rio. Quando fugia da guerra civil síria em agosto do ano passado, pulou no Mar Mediterrâneo com sua irmã para salvar o barco que estava afundando, empurrando a embarcação para a costa e salvando quase 20 pessoas.

Ela disse sim!

Homem ajoelhado propõe casamento a mulher perto de piscina olímpica (© AP Images)
(© AP Images)

Dois saltadores ornamentais chineses ganharam mais do que medalhas no Rio. Assim que He Zi saiu do pódio depois de ganhar prata na prova de trampolim de 3 metros em 14 de agosto, ela recebeu uma proposta surpresa do seu namorado de seis anos, Qin Kai, também saltador chinês. Ele ganhou bronze na prova de trampolim de 3 metros sincronizado.

E ela também

TUÍTE:
CNN Internacional
‪@cnni
Proposta de casamento no campo de rúgbi da Olimpíada ‪#Olympics:
http://cnn.it/2aPav6s
#Rio2016 ‪#CNNRio
11h25 – 9 de agosto de 2016

A jogadora de rúgbi brasileira Isadora Cerullo teve uma surpresa em 8 de agosto no fim do primeiro torneio de rúgbi de sete da história das Olimpíadas, quando sua namorada Marjorie Enya, gerente de serviços das competições de rúgbi, fez a pergunta. “Queria mostrar às pessoas que o amor vence”, disse Enya em entrevista à BBC

Uma selfie significativa #SignificantSelfie

TUÍTE:
TIME.com
Esta selfie está juntando a Coreia do Norte e a do Sul
http://ti.me/2aJOynr
14h25 – 9 de agosto de 2016

Quando a atleta Lee Eun-ju, em sua primeira Olimpíada, encontrou sua colega ginasta Hong Un-jong durante o aquecimento em 7 de agosto, ela fez o que a maioria dos jovens de 17 anos faria — conversou e tirou uma selfie. Mas como Lee compete pela Coreia do Sul e Hong pela Coreia do Norte, isso se tornou algo mais: um gesto de amizade de atletas cujos países tecnicamente ainda estão em guerra.

De uma favela do Rio para o topo do pódio

Judoca olímpica vencedora ergue as mãos (© AP Images)
(© AP Images)

Para ganhar a primeira medalha do Brasil nestes Jogos Olímpicos, na competição de judô até 57 quilos, Rafaela Silva teve de superar mais do que a lutadora número 1 do ranking de sua categoria de peso em 8 de agosto. A jovem de 24 anos cresceu em uma comunidade pobre dominada pelo crime, em um bairro do Rio de Janeiro chamado Cidade de Deus. Ela ganhou ouro.

Atletas olímpicos de todos os tamanhos

TUÍTE:
Darren Rovell
@darrenrovell
Simone Biles, a menor integrante da Equipe USA com 1,42 m, fica perto do jogador de vôlei David Lee (2,03 m)
20h54 – 9 de agosto de 2016

Com 1,42 m, a ginasta Simone Biles é a integrante mais baixa da equipe olímpica dos EUA. Ao lado do jogador da seleção masculina de vôlei David Lee, que tem 2,03 m, Simone mostra que não é preciso altura para ganhar ouro.

Michael Phelps quebra recorde de 2 mil anos

TUÍTE:
Embaixada dos EUA em Atenas
‪@USEmbassyAthens
Phelps quebra recorde de 2 mil anos de Leônidas de Rodes em títulos olímpicos individuais #gold #OlympicMoment https://t.co/Twd3Gg0aQS
— Embaixada dos EUA em Atenas (@USEmbassyAthens) 12 de agosto de 2016

Vejam isso, atletas olímpicos da Antiguidade! Quando o nadador americano Michael Phelps ganhou o ouro nos 200 metros medley individual, suas 13 medalhas de ouro individuais bateram o recorde de Leônidas de Rodes: 12 medalhas individuais durante quatro Olimpíadas (da Antiguidade), alcançado no ano de 152 aC.

Os Jogos de 2016 vão até o dia 21 de agosto — veja mais momentos olímpicos em ShareAmerica**.

* site em inglês
** site em inglês com artigos traduzidos para o português

Jogos Olímpicos de Verão 2016 | ShareAmerica