Saiba como a qualidade do ar melhorou nestas cidades

Organizações locais em muitas cidades estão trabalhando juntas com seus governos a fim de enfrentar questões de longa data ligadas à qualidade do ar, e muitas delas já estão obtendo resultados positivos. A seguir, veja como três grandes áreas urbanas — Chicago, Los Angeles e Pittsburgh — fizeram grandes progressos ao ajudar seus moradores a respirar com mais facilidade.

Chicago

Silhueta da cidade de Chicago no horizonte com smog, à esquerda, e ar limpo, à direita (Foto da esquerda: © Kirn Vintage Stock/Alamy; Foto da direita: © M. Spencer Green/AP Images)
Chicago, Illinois, em 1945, à esquerda e, em 2013, à direita (Foto da esquerda: © Kirn Vintage Stock/Alamy; Foto da direita: © M. Spencer Green/AP Images)

Iniciativas tecnológicas locais como a Array of Things (Variedade de Coisas, em tradução livre) estão ajudando a cidade a melhorar a qualidade do ar usando sensores afixados em postes de luz por toda a cidade a fim de coletar dados vitais sobre o meio ambiente. Esse projeto, iniciado em 2016, vem coletando dados em uma escala jamais vista antes na cidade. Chicago também criou a Unidade de Prevenção da Poluição para reduzir as emissões, e a Associação de Saúde Respiratória está trabalhando com parceiros locais a fim de aumentar o uso de veículos elétricos e energia renovável.

Los Angeles

Los Angeles com smog, à esquerda e com ar puro revelando as montanhas de San Gabriel, à direita (Ambas as imagens: © Nick Ut/AP Images)
Um manto de smog sobre Los Angeles em 1978 (à esquerda). As montanhas de San Gabriel cobertas de neve proporcionam um pano de fundo para o horizonte do centro de Los Angeles em 2014 (Ambas as imagens: © Nick Ut/AP Images)

Los Angeles realizou a mudança mais perceptível, por ter sido malvista no século 20 em razão de seus altos níveis de poluição atmosférica (smog). Novas tecnologias, como os painéis solares, e carros híbridos e elétricos, tornaram as práticas de construção e energia mais favoráveis ao meio ambiente.

Da mesma forma, novas políticas estaduais ajudaram a aumentar as emissões de carbono da Califórnia somente 4% de 1990 a 2010. A cidade planeja aumentar os veículos de emissão zero em 50% e eliminar totalmente o uso de carvão até 2025.

Pittsburgh

Foto em preto e branco de Pittsburgh coberta de smog e foto colorida de Pittsburgh com ar limpo (Foto da esquerda: © Margaret Bourke-White/The LIFE Picture Collection/Getty Images; Foto da direita: © Clarence Holmes Photography/Alamy)
Pittsburgh na junção dos rios Monongahela e Allegheny em 1936, à esquerda, e em 2014, à direita (Foto da esquerda: © Margaret Bourke-White/Coleção The LIFE Picture/Getty Images; Foto da direita: © Clarence Holmes Photography/Alamy)


Outrora famosa por suas siderúrgicas, Pittsburgh agora é uma cidade modelo por fazer uso de novas iniciativas e tecnologias com o intuito de criar um meio ambiente mais limpo. As pessoas que visitam Pittsburgh hoje podem ver o Tower at PNC Plaza, edifício empresarial de 33 andares que superou os mais altos requisitos de certificação em design sustentável exigidos pelo Conselho de Edificações Verdes dos Estados Unidos. A cidade planeja utilizar veículos elétricos autodirigíveis e instalar um sistema de sinalização e iluminação mais ecológico. Em 2016, a Universidade Carnegie Mellon criou um aplicativo chamado Smell Pittsburgh (Sinta o cheiro de Pittsburgh, em tradução livre), que permite que os usuários denunciem poluentes com base no odor. O aplicativo está sendo desenvolvido atualmente nos Estados Unidos para ajudar outras cidades.

Este artigo foi escrito pelo redator freelance Lane Mikula.