Saiba por que você deve se importar com a meteorologia espacial

Furacões, tempestades de poeira e nevascas podem derrubar cabos elétricos, mas que danos o mal tempo pode causar no espaço?

Muitos. Em um ano normal, más condições climáticas no espaço custam ao mundo cerca de US$ 10 bilhões por ano, de acordo com especialistas da Fundação Nacional de Ciência dos EUA.

A tempestade solar (ou geomagnética) mais poderosa registrada castigou a Terra em 1859. Rajadas de energia solar enviaram um fluxo de partículas carregadas e campos magnéticos giratórios, semelhantes a um redemoinho, em direção à Terra a velocidades deslumbrantes. A tempestade queimou cabos telegráficos em todo o mundo e resultou em um espetáculo de auroras cintilantes que se estenderam até Cuba.

Se algo assim acontecesse hoje, os satélites do Sistema de Posicionamento Global, as redes elétricas de muitos países e equipamentos eletrônicos poderiam parar de funcionar.

Uma pequena tempestade solar recentemente atingiu a Terra. Uma série de erupções solares* de 2 a 3 de abril desencadearam blecautes significativos afetando rádios de ondas curtas da África Oriental à Índia e da Costa Oeste dos EUA e do México a uma enorme faixa do Oceano Pacífico.

“Eu sempre digo às pessoas que vivemos na atmosfera da nossa estrela*”, disse Scott McIntosh, físico solar do Centro Nacional de Pesquisa Atmosférica. “Mas porque 99,99% das vezes ela nasce pela manhã e se põe à noite sem causar nenhum dano, nós tomamos isso como certo.”

Fazendo a previsão do nosso Sol volátil

Centro de Ciências da UE: condições climáticas extremas no espaço: protegendo nossa infraestrutura crucial http://europa.eu/!fQ88Vf #EUspace #EUspacestrategy #EUscience @EU_ScienceHub

Pesquisadores estão buscando maneiras de melhorar os alertas antecipados sobre condições climáticas severas do Sol.

Entender a “meteorologia do espaço” permitirá que as pessoas protejam a infraestrutura eletrônica vital. É por isso que a Embaixada da Itália nos Estados Unidos e o Departamento de Estado dos EUA reunirão cientistas solares e planejadores de emergência de todo o mundo** em 18 de maio para trabalhar em melhorias na previsão do tempo no espaço.

* site em inglês
** site em italiano e inglês