Uigures

Homem segurando uma foto (© Dake Kang/AP Images)

Campanha de trabalho forçado da China em Xinjiang

Os muçulmanos uigures são forçados a trabalhar em fábricas por pouca ou nenhuma remuneração, enquanto o governo chinês continua sua repressão em Xinjiang.
Ilustração de um oficial chinês uniformizado segurando um celular com o close da imagem de um olho na tela (Depto. de Estado/D. Thompson)

Aplicativo chinês de vigilância


O governo chinês está usando aplicativos móveis especiais para monitorar as minorias étnicas em Xinjiang, catalogando e registrando todos os seus movimentos.
Duas crianças com boina islâmica (taqiyah) bordada (© Eric Lafforgue/Arte em todos nós/Corbis/Getty Images)

China destrói as raízes das crianças uigures

Nos últimos anos, a China construiu uma rede de orfanatos para crianças de minorias étnicas cujos pais estão em campos de internamento.
Fenced in building (© Greg Baker/AFP/Getty Images)

Líder chinês chama internamento religioso de ‘pioneirismo’

O secretário de Estado, Mike Pompeo, chama os campos de reeducação de “repugnantes”. Os detentos sofrem espancamento e tortura em um esforço para eliminar sua cultura.
Close de mulher jovem de cabelos escuros (© Saul Loeb/AFP/Getty Images)

Filha de acadêmico uigur luta pela liberdade de seu pai

Em discurso na Reunião Ministerial para o Avanço da Liberdade Religiosa, a filha de um acadêmico uigur descreveu a perseguição que sua família sofre por parte do governo chinês.
Paisagem de inverno com trem em movimento produzindo muita fumaça (© Foto ferroviária/Imagens de Construção/Avalon/Getty Images)

China prende historiador mongol

A China prendeu um famoso historiador da Mongólia por sua obra sobre o sofrimento dos mongóis na China durante a Revolução Cultural.
Monges alinhados em formação em frente a templo (© Sakchai Lalit/AP Images)

Proteger a liberdade religiosa: uma prioridade para os EUA

A liberdade religiosa é um direito fundamental e uma prioridade para os EUA. O Relatório de Liberdade Religiosa Internacional do Departamento de Estado, que é publicado anualmente, monitora as violações.
Imagem aérea de local de uma mesquita na China (© 2019 DigitalGlobe)

China destrói mesquitas e a cultura uigur

Como parte de sua repressão contra os uigures e outras minorias muçulmanas, o governo chinês destruiu ou converteu mesquitas muçulmanas em algo diferente.
(State Dept./D.A. Peterson)

Uigures nos EUA celebram o Ramadã

Nos EUA, muçulmanos uigures celebram o Ramadã e observam as tradições islâmicas. No entanto, em Xinjiang, na China, essas práticas são ilegais.