Ilustração de computadores conectados com diferentes bandeiras nacionais (Depto. de Estado/Doug Thompson)
(Depto. de Estado/Doug Thompson)

Imagine poder ler qualquer jornal em qualquer idioma? Ou viajar para o exterior sem ter de se preocupar em errar na leitura de placas de trânsito ou cardápios? Serviços de tradução on-line existem há anos, mas sempre foram um tanto peculiares e não muito precisos.

Não mais.

Novas descobertas nos sites de navegação Google e Baidu estão rompendo barreiras linguísticas entre países e culturas. De fato, a nova tecnologia, chamada aprendizagem de máquina, não somente torna os serviços de tradução on-line mais precisos, mas permite que os computadores aprendam e se aprimorem.

Por que isso é importante

De acordo com a Google, aproximadamente metade dos sites estão em inglês. Mas somente cerca de 20% dos usuários de internet são fluentes o suficiente para usá-los. Isso significa que funções de tradução melhores proporcionarão a bilhões de pessoas acesso a inúmeras fontes de notícia e conteúdo on-line.

Mas a tradução tem um uso mais imediato também. A Google notou ultimamente um “aumento de cinco vezes no número de traduções entre árabe e alemão”, afirma Sundar Pichai, executivo-chefe da Google*. A Alemanha acolheu mais de um milhão de refugiados nos últimos anos, e ser capaz de usar o idioma é vital para encontrar trabalho e se integrar na sociedade.

Até agora, a Google instalou o software de aprendizagem de máquina para traduções entre inglês e espanhol, francês, português, alemão, chinês, japonês, coreano e turco. Mais idiomas serão lançados todos os meses.

Como funciona

Até recentemente, os programas de tradução pegavam pequenos fragmentos da frase que estavam tentando traduzir, pesquisavam as palavras em um dicionário ponderado estatisticamente e posteriormente usavam um conjunto de regras para determinar onde cada palavra se encaixava na frase.

Agora, com a aprendizagem de máquina, o software descobre relações entre palavras e o algoritmo cria uma teia complexa de associações entre eles. Posteriormente, à medida que as pessoas interagem com o programa de tradução, o computador processa os dados e encontra padrões no idioma que melhoram suas traduções.

A aprendizagem de máquina é o futuro

O coração da aprendizagem de máquina é ensinar os computadores a encontrar padrões. Isso significa que a aprendizagem de máquina não vai funcionar apenas para traduções. Ensinar os computadores a reconhecer padrões terá um número quase ilimitado de aplicações, desde o aprimoramento de carros autodirigíveis ao reconhecimento de tumores em imagens médicas a fim de detectar câncer no estágio inicial.

Por enquanto, aprimorar as traduções é um grande passo para aproximar o mundo e ajudar as pessoas a se conectarem.

* site em inglês