Trump nomeia Jerome Powell para o Banco Central dos EUA a fim de estimular o crescimento econômico do país

Jerome Powell (© T.J. Kirkpatrick/Bloomberg/Getty Images)
Jerome Powell, governador do Conselho da Reserva Federal, será o próximo a presidir o Banco Central dos EUA (© T.J. Kirkpatrick/Bloomberg/Getty Images)

O presidente Trump nomeou Jerome “Jay” Powell para presidente do Conselho de Governadores do Sistema da Reserva Federal, cargo frequentemente chamado de o segundo mais poderoso nos Estados Unidos. Trump disse que Powell será “um gestor sábio” que ajudará a manter a economia dos Estados Unidos crescendo.

Powell, advogado e ex-banqueiro de investimentos, já é governador da Reserva Federal, o Banco Central dos EUA.

“Ele é forte, está comprometido, é inteligente”, disse Trump, ao lado de Powell no Jardim de Rosas na Casa Branca.

Se confirmado pelo Senado, Powell, 64, sucederá a atual presidente Janet Yellen em fevereiro para um mandato de quatro anos. Na votação sobre as recentes medidas adotadas pelo Fed a fim de elevar taxas de juros historicamente baixas e estimular o crescimento da economia dos EUA, o voto de Powell acompanhou o de Janet.

Powell, formado pela Universidade de Princeton e pela Faculdade de Direito da Universidade de Georgetown, disse: “Farei tudo o que estiver ao meu alcance” para alcançar os objetivos da Reserva Federal de preços estáveis ​​e índice máximo de emprego.

O que é o Fed?

O Congresso criou a Reserva Federal em 1913 para tornar o sistema monetário e financeiro dos EUA mais estável. Conhecido como Fed, ele é liderado por sete governadores designados pelo presidente e confirmados pelo Senado por um período de 14 anos.

O presidente do Fed, que integra esses sete, lidera por consenso.

Edifício grande com colunas (© Samuel Corum/Anadolu Agency/Getty Images)
Edifício da Reserva Federal em Washington (© Samuel Corum/Anadolu Agency/Getty Images)

O Comitê de Mercado Aberto do Fed — os governadores e os cinco presidentes dos bancos regionais da Reserva Federal — vota para fixar as taxas de juros. O presidente deposita apenas um dos 12 votos.

O Fed opera de maneira independente. Nem o Congresso e nem a Casa Branca podem se sobrepor a suas políticas e decisões. O presidente dos EUA não pode demitir o presidente do Fed.

O Federal Reserve é uma agência governamental independente com características público-privadas. Embora tenha de prestar contas ao Congresso, não depende de dotações orçamentárias.

O Fed também regula os bancos. Powell assumirá o cargo em um momento em que o país registra o menor índice de desemprego em 16 anos e o mercado de ações atinge recordes altíssimos.

Durante a crise financeira global de 2008, o Fed comprou US$ 4 trilhões em títulos do Tesouro e títulos duvidosos lastreados em hipotecas, reduziu as taxas de juros para próximo de zero e adotou outras medidas para evitar que os mercados financeiros entrassem em colapso.

Sua equipe de 20 mil pessoas coleta estatísticas econômicas volumosas para fazer uma avaliação dos mercados em todo o país a fim de orientar as decisões dos governadores.

Janet, a 14ª presidente do Fed e a primeira mulher, permanecerá no cargo de governador até 2024. De início, Powell foi nomeado governador pelo ex-presidente Barack Obama. Seu mandato atual como governador vigora até 2028.

Pedalando até o trabalho

Powell, filho de um advogado, cresceu em Washington. Trabalhou como assessor do Senado, praticou Direito e, em seguida, deu uma guinada na carreira para trabalhar em um banco de investimentos. Ele também atuou como subsecretário do Tesouro no governo do ex-presidente George H.W. Bush.

O presidente Trump exaltou a experiência de Powell no setor privado, dizendo que ele traz “a perspectiva do mundo real para nosso governo”.

De acordo com o Washington Post, todos os dias Powell pedala aproximadamente 13 quilômetros até o trabalho.