A maior reserva marinha do mundo na Antártica protegerá estes animais

66

O Mar de Ross abriga pinguins, focas, merluzas antárticas, baleias e uma grande quantidade de crustáceos krill (conjunto de invertebrados muito semelhantes ao camarão), alimento básico para muitas espécies.

E esses animais acabam de receber mais proteção.

Recentemente , após muitos anos de disputas diplomáticas, países engajados criaram a maior reserva marinha do mundo na Antártica.

Filhote de foca deitado na neve (Shutterstock)
Filhote de foca na Antártica (Shutterstock)

“Esta decisão é muito importante não apenas para a Antártica, mas para os esforços de promover a conservação marinha no âmbito mundial”, disse Evan Bloom, chefe da delegação dos EUA na reunião em Hobart, Austrália.

O pacto para a área protegida no Mar de Ross cobre mais de 1,55 milhão de quilômetros quadrados, cerca do tamanho combinado de Grã-Bretanha, Alemanha e França. Ele inclui uma zona de proibição de pesca de 1,12 milhão de quilômetros quadrados.

Vinte quatro países e a União Europeia se reuniram em Hobart em outubro e aceitaram o acordo. Foi a reunião anual da Comissão para a Conservação dos Recursos Marinhos Vivos da Antártida.

Voz da América contribuiu com esta reportagem.